Comprar casa Primeiros passos a dar depois de ter a chave na mão

Comprar casa: Primeiros passos a dar depois de ter a chave na mão

O momento tão aguardado finalmente chegou! Comprou a sua casa e tem a chave na mão!

Mas, e agora, o que fazer?

Além de tratar da mudança dos móveis e dos objetos pessoais, há outros aspetos importantes a planear.

Por isso, no artigo de hoje, explicamos os primeiros passos a dar após a compra do seu imóvel.

Chave na mão: conheça os primeiros passos a dar

Com a mudança de residência, há também a alteração da morada.

Assim, é muito importante comunicar esta informação às entidades competentes, como por exemplo a bancos e fornecedores de serviços essenciais, como água e luz. Isto é fundamental, para que não tenha problemas no futuro.

Não sabe por onde começar? Basta continuar a leitura do artigo, onde explicamos os primeiros passos a dar nesta fase!

1 – Alterar a morada fiscal no Cartão de Cidadão

O Cartão de Cidadão é o documento de identificação mais importante que possui. Por isso, o primeiro passo é atualizá-lo.

Pode alterar a morada do Cartão de Cidadão online, através do Portal do Cidadão ou dirigindo-se a um balcão próprio.

Para fazer a alteração, é importante ter o PIN de autenticação do Cartão de Cidadão. Assim como o PIN de morada atribuído aquando da emissão do documento.

O prazo para o fazer é de 15 dias, após a aquisição para habitação própria permanente.

2 – Pedido de isenção do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI)

Se o seu imóvel se destina a habitação própria permanente, pode solicitar a isenção do IMI, no caso de ser elegível.

Para isso, o pedido deve ser feito no Serviço de Finanças da área da nova residência. Também é possível fazê-lo no Portal Eletrónico das Finanças.

Relembramos que o pedido só pode ser realizado depois da morada já estar alterada nas finanças. Além de que, esta requisição deve ser feita num prazo máximo de 60 dias após o título da aquisição.

3 – Fornecimento de Água

Deverá, também, fazer um novo contrato de abastecimento de água para a nova residência.

Para isso, pode fazê-lo de forma presencial nos serviços municipalizados de água e saneamento. Adicionalmente, tem a opção de fazer este pedido através do e-mail indicado pelo município da área de residência.

4 – Fornecimento de Luz e Gás

Ao mudar-se para uma nova casa, é necessário escolher uma companhia fornecedora de energia.

É recomendado fazer uma pesquisa entre as companhias e comparar as tarifas e serviços que mais se adaptem às suas necessidades.

A cessação do contrato com o antigo operador é da responsabilidade do novo fornecedor.

Ainda, é importante relembrar que o tempo para a ligação de energia pode levar cerca de 15 dias. Por esse motivo, deverá fazer a solicitação antecipadamente.

5 – Transferir o pacote de telecomunicações

Por norma, os serviços de telecomunicações estão associados a uma morada. Por isso, deverá celebrar um novo contrato para alterar a residência.  

Neste sentido, recomendamos que esteja atento aos períodos de fidelização. É aconselhado fazer pesquisas entre as diferentes operadoras, para encontrar a melhor oferta de serviços.

6 – Acesso a cuidados de saúde públicos na área de residência

Outro passo importante após ter a chave na mão é efetuar o registo numa Unidade de Saúde, localizada na sua nova área de residência.

Para isso, deve levar consigo Cartão de Cidadão (no qual consta o número de utente de saúde). Assim como um comprovativo de morada.

7 – Pedir a reexpedição de correspondência postal

Para que o seu correio seja redirecionado para a nova morada, deve fazer um pedido de reexpedição nos CTT.

O procedimento é simples: basta preencher um formulário disponível no site dos CTT.

Explore todas estas alterações após ter a chave na mão, e aproveite a sua nova casa!